O palhacinho grafitado num dos muros da Rio Pomba com Perdizes já pode abrir os olhos. Ele não verá mais os sucessivos acidentes na perigosa esquina do Padre Eustáquio: a prefeitura instalou no local o sonhado par de semáforos reivindicado há anos pela população. Os equipamentos foram ligados em 30 de outubro.

Crédito: Paulo Henrique Lobato

O conjunto de semáforos para veículos foi equipado com luminoso para pedestres. Faixas para pedestres também foram pintadas no local.

A esquina é tida como uma das mais perigosas da região Noroeste de Belo Horizonte. Moradores já perderam as contas de quantos acidentes testemunharam. Vidas foram ceifadas e sobreviventes ficaram com sequelas.

Num dos acidentes, um motociclista morreu ao ser arremessado no passeio em frente à casa da acupunturista Cristiane Chaves, de 41 anos. “Em 1995, um ônibus tombou. Por sorte não houve morte”.

O vereador Orlei Pereira é o autor do pedido que levou a BHTrans a instalar os equipamentos: “É uma demanda antiga. Não é de agora. Há muito tempo trabalho ao lado dos moradores para que este dia chegasse” (a reportagem continua abaixo do vídeo “Sabia que o pão com alho surgiu no bairro Carlos Prates?”).

Padre Eustáquio

Esta não foi a única esquina a receber semáforos no bairro em outubro. Um par de equipamentos também foi instalado no encontro da Perdizes com a Padre Eustáquio.

Lá, contudo, não é comum ter acidentes. A reclamação é outra: motoristas que seguem pela Perdizes têm dificuldade em acessar a Padre Eustáquio, devido ao intenso fluxo de veículos, sobretudo, no horário de pico.

Bondes já circularam no Padre Eustáquio e Carlos Prates

Padaria de Chico Leite foi abençoada por Padre Eustáquio



Comentários

comentários