Padre Eustáquio,

    

Já é carnaval do Padre Eustáquio

O carnaval de 2019 já começou no Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte, onde alguns blocos iniciaram os ensaios da bateria ou abriram inscrições para novos ritmistas.

Um dos caçulas da região, fundado em 2016, o Pé de Chinelo aproveitou a manhã deste domingo (19) para reunir dezenas de integrantes no Centro Cultural Padre Eustáquio (rua Jacutinga, 821).

É lá que o Pé de Chinelo se apresenta durante a folia — diferentemente de outros blocos, o grupo não sai pelas ruas da região em cortejo. “Aproveitarmos tanto o espaço quanto a estrutura do Centro Cultural”, justificou Thaís Novais, uma das fundadoras.

Ela explica a origem do nome do bloco: “Somos amadores quando o assunto é tocar instrumentos musicais”. O único integrante que domina bem o assunto é o montes-clarense Xiló, responsável pela bateria: “Venham todos participar. Não precisa saber tocar”.

Clique aqui para anunciar no site ou Jornal Impresso

O bloco do Padreco, fundado no início desta década e que sai em cortejo no sábado anterior ao carnaval, também já começou os ensaios, sempre na praça Geraldo Torres, cartão-postal do bairro.

Os próximos encontros serão, às 14h, de 1º e 15 de setembro. Em 2018, o bloco arrastou uma multidão pelas ruas do bairro (reportagem continua após vídeo).

Já o Vou Ali e Volto abrirá inscrições para a bateria, em 5 de setembro, às 19h, na praça Tejo, na esquina das Camilo de Brito com a Ocidente.

O bloco, cujo nome é inspirado numa expressão mineira, foi criado em 2015 por frequentadores da praça, onde ocorre a maioria dos ensaios (reportagem continua após vídeo).

Também é numa praça que o Pisa na Fulô se apresenta. Trata-se da Satélite, no encontro das ruas Peçanha e Patrocínio, no Carlos Prates. O local, na prática, é um mirante que oferece vista o contorno da Serra do Curral e o Mercado Novo Municipal.

“Haverá oficinas para ensinar quem nunca tocou. Começarão em setembro”, disse Daniel Edmundo, um dos fundadores do Pisa na Fulô, que no carnaval de 2018 atraiu cerca de 50 mil foliões, segundo os organizadores.

Do maracatu ao forró, o bloco traz o melhor dos ritmos nordestinos para BH.

Siga o Instagram do Jornal do Padre Eustáquio e veja outros vídeos dos blocos da região.



Comentários

comentários

Cotações do dia

Clima