O bairro batizado em reverência à memória do beato holandês também presta um tributo a um francês que fez história tanto na Europa quanto no Brasil, mas cuja importância não é conhecida de boa parte dos moradores do Padre Eustáquio.

Foto: Paulo Henrique Lobato

A rua Henrique Gorceix é uma homenagem a um dos maiores profissionais da história da mineralogia, Claude Henri Gorceix (1842/1919).

Foi numa viagem à França que o então imperador do Brasil, Dom Pedro II, convidou o Gorceix para se mudar para o Brasil e criar uma escola de mineralogia na província das Minas Gerais. Ele aceitou o desafio.

Francisco Bicalho, a rua de um dos construtores de BH

Trocou a Europa pela então Vila Rica e, em 1876, fundou Escola de Minas de Ouro Preto. Ele foi o primeiro diretor da instituição. A instituição é a pioneira em estudos geológicos, mineralógico e metalúrgico no país. Duas décadas depois, foi convidado para ajudar no desenvolvimento da educação agrícola no estado.

Hoje, Henrique Gorceix (o primeiro nome já aportuguesado) é nome de uma das principais ruas do Padreco. E tornou-se um corredor com uma espécie de vocação religiosa.

Costa Sena, de trilha de boiada à rua do governador

É lá que está a sede do Irmãos Glacus, casa espírita cuja missão é “praticar caridade à luz da doutrina espírita contribuindo para a transformação do ser humano”.

Também é na via do francês que estão bons exemplos de caridade: a Família de Caná, que destaca o lema “fazer famílias felizes”; o Lar Dona Paula, uma obra filantrópica de apoio ao idoso carente e que faz parte da Sociedade São Vicente de Paulo; e a creche Padre Eustáquio.

Coronel José Benjamim, a rua do fazendeiro

Ainda: o grupo de mães que, no imóvel de número 950, cuidam de crianças com autismo. Elas organizam bazares e outras atividades para arrecadar fundos para ajudar no tratamento dos pequenos.

Os moradores mais antigos recordam da época que a rua era pouco movimentada. A criançada brincava de rouba-bandeira, pega-pega… O tempo passou, BH cresceu e a Henrique Gorceix foi margeada por prédios. O trânsito ficou intenso. Tão intenso quanto a importância da via para o Padreco.

Leia a história de outras ruas:

Costa Sena, de trilha de boiada à rua do governador

Coronel José Benjamim, a rua do fazendeiro

Avivamento da rua Cesário Alvim

Francisco Bicalho, a rua de um dos construtores de BH



Comentários

comentários