O vaivém de clientes na padaria Padre Eustáquio, a mais antiga do bairro, inaugurada em 1946, é sinônimo de que os produtos são de dar água na boca. Na temporada de frio, cinco tipos de caldos ganham mais importância no estabelecimento que homenageia a memória do beato holandês (a reportagem continua abaixo da foto).

Laila Valéria ajuda a servir os caldos. Foto: Paulo Henrique Lobato

É da barraquinha enfeitada com chapéus de palha e pano e montada ao lado da antiga Kombi exposta na entrada da padaria que exalam os cheiros dos caldos de canjiquinha, canjica, mandioca, feijão e molho de salsicha.
“Todos são uma delícia! Os clientes adoram”. Quem garante é Laila Valéria, atendente do local. Ela conta que, diariamente, a partir das 14h, o consumidor pode escolher entre a embalagem de 50 ml e a de 250 ml.
Independentemente do tamanho de seu apetite, não faça cerimônia caso deseje consumir mais de um sabor. Você pode saborear a iguaria na padaria, observando os quadros que registram o passado do bairro, ou levá-la para casa.
A padaria Padre Eustáquio fica na rua homônima, número 2.320, em frente ao santuário dos Sagrados Corações.
Leia também:


Comentários

comentários