Padre Eustáquio,

    

Buddys, brincadeira que dá dinheiro

O pequeno Célio Fantini Neto, de 9 anos, não esconde o sorriso quando chega na Buddys do bairro Coração Eucarístico. É lá que ele aprende a linguagem do futuro com temperos da ciência da computação e da educação financeira de forma tão divertida quanto jogar minecraft.

Célio (camisa azul) adora aprender brincando. Foto: Paulo Henrique Lobato

Sem saber, ele está sendo preparado para se tornar um empreendedor tecnológico. E o que é melhor: brincando. A Buddys desenvolve o raciocínio lógico em crianças e adolescentes de 7 a 16 anos, que aprendem a criar jogos, aplicativos e sites de automação.

“O aluno sai pronto para trabalhar na área de tecnologia. Um aluno de 12 anos de uma das Buddys elaborou um sistema de identificação de vazamento em rede da Copasa. Foi destaque na Feira Internacional de Negócios e Tecnologia (2016), em BH”, contou Fred Figueredo, proprietário da franquia no Coração Eucarístico.
Ele e sua equipe estimulam os alunos a conhecerem mais sobre o empreendedorismo digital por meio de estratégias que, paralelamente, dão mãos a outras áreas, como a educação financeira. A cada atividade cumprida, por exemplo, os estudantes ganham budcoins, que são moedas virtuais.
“Eu já tenho mais de 500 budcoins“, comemorou Célio. Com as moedas, ele compra produtos na própria Buddys, como mouse, fone de ouvido, pendrive… Como boas notas na escola também ganham pontos para a moeda virtual, a Buddys estimula a criança e o adolescente irem bem na sala de aula (reportagem continua abaixo da foto).

Alunos aprendem a gameficação e a criar aplicativos

Que tal uma aula experimental na Buddys? Entre em contato com o Fred pelo 3658-0386 ou 98456-0271. Se preferir, visite a unidade, na rua Dom José Gaspar, 15, Coração Eucarístico.
As aulas, que são personalizadas, duram 1h30 e ocorrem, nos dias úteis, das 9h às 10h30; das 14h às 15h30 e das 16h às 17h30. Aos sábados, das 8h30 às 10h e das 10h30 às 12h.


Comentários

comentários